Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU POEMA PROÍBIDO

 
De amor devo falar
Contar coisas que acontecem
Mesmo que seja do engano
De um pobre coração brejeiro
 
Coração desencantado
Entre idéias e tormentos
Palavras ditas ao vento
Para encher o  seu interior
 
Contar causos e prosas
De amores e desamores
De perdidas noites de insônia
Por ser seu amor só uma paixão passageira
 
Isso tudo posso contar
Das tristezas até cantar
Só não posso é gritar
Essa vida assim não dá!!!
 
Quero pão e não tenho
A água já vai faltar
A floresta pega fogo
Furacões entram casa à dentro
 
É a terra que está chorando
Chora também o Criador
Suas lágrimas molham a todos
Em ruas que alagam a terra
 
Querem mel de palavras doces
Bom seria se assim não fosse
Crianças  a dormir nas ruas
Idosos nos bancos das praças
 
Pais de famílias não têm como comprar o pão
É esse o retrato de nossa nação
O que escrevemos não é mera falação
É por viver esse quadro de dor e desolação!
 
Denise Figueiredo
Enviado por Denise Figueiredo em 16/08/2006
Código do texto: T217515

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite e o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Figueiredo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
313 textos (14440 leituras)
16 áudios (2928 audições)
5 e-livros (193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:45)
Denise Figueiredo