Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o nosso amor


 
pressinto-te nas mãos,
nos outros rostos, nas faldas
da luz, oh verdade tão clara
e macia a tua voz.
Nessa viagem vamos na flor da água,
vamos no rumo do relâmpago, fazer tempo,
beber o fole do Oriente, ver a flama encher,
 
Vamos amor, vamos beber, vamos ir,
nesse silêncio, nesse segredo, vamos agora.
 
A noite de seda cheia, veludo da lua, encontraremos
cedo o teu seio, nossa mesa de amor.
 
na relva, o santo deleite do teu prazer,
agora, já, uma torrente de palavra, verbo,
esse teu altar de cabelo, vento,
 
farei o círio parar, todo espaço se fará universo,
liquidos esqueceremos essa dor, corpo,
 
ergueremos vertical o mar, juro o céu,
cigarro, um gole do teu lábio,
 
como a árvore  se alimenta se faz desejo,
já cora o fruto e ainda tão manhã,
berbere, sai do teu deserto, conta
a história do mundo,
faz partir o oco, levanta, amor, o osso
do levante, já se faz fogo do rito.
 
o nosso amor
o nosso amor.
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 16/08/2006
Código do texto: T217591
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:00)
Constantino Mendes Alves