Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apelo silencioso

A madrugada exala o odor do imponderável
Seduzindo nossos corpos já despertos
Arrebata-nos o som do firmamento
Sentimos o contato agradável
Dos corações nossos, pulsando, tão de perto
Nos levando à dimensão do alheamento

E iniciamos uma dança que é antiga
Que nos cativa e nos deixa alucinados
Em ritmo que só pertence à eternidade
Nossas almas, que de muito, são amigas
Cedem vez aos sentidos inebriados
Que no momento buscam sua saciedade

Como resistir tanto ardor!
Nos buscamos vorazes sem pudor
A volúpia nos envolve sem piedade
No exato momento de esplendor
Explode nosso gozo em partículas de amor
No frenesi irresistível da vontade...









Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 03/06/2005
Código do texto: T21780
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215209 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:55)
Priscila de Loureiro Coelho