Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como lamento!

Lamento a distância que nos separa
A tristeza que ampara o coração
A lágrima que rolou silente e solitária
A dor que sufocou toda paixão

Lamento não haver tido o encontro
Que de pronto, por certo, encantaria
O medo  impediu esse momento
lamento a ausência de alegria

Lamento o desencontro da vontade
Que arde no meu peito, reprimida
A dor dilacerada, da saudade
Que presencia a sua partida


Lamento o carinho que se perdeu
Caminho tortuoso da paixão
Aquele longo beijo...que você não deu
Perdido entre o desejo e a sedução


Lamento tanto sentimento sem sentir
Ressentimento a condenar o coração
Tanta insegurança a resistir
A mais sutil e delicada emoção

Lamento tudo que interferiu
Na realização do belo sonho
O silencio frio, que a ele resistiu
O brilho apagado, do olhar tristonho


Lamento...como lamento!
A explosão de sonhos e de dor
Que destruiu a eternidade em um momento
Lamento. .bem sei que lamento
Num pranto sem qualquer rancor
A perda irreparável deste sentimento

Lamento a triste partida
A dor que ficou escondida
No fundo do coração
Lamento a morte em vida
Que deixou a alma ferida
Sufocada na emoção


Lamento a tola reserva
Recato sem razão de ser
Lamento o imenso pudor
Que minha alma conserva
Mesmo sem o querer...
...quando lembra este amor!




Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimernto de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 03/06/2005
Código do texto: T21797
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215185 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:07)
Priscila de Loureiro Coelho