Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou tudo aquilo que queres...

Sou tudo aquilo que queres
E o que não também
Sou este estigma
Um navagador de todos os mares
Nem Deus nem demônio
Apenas um vivente que escreve
Que coloca o que sente e ve
Que ama com todas as forças
Mais do que tudo a vida
Sou um colecionador de moedas
Aflito escriba de todas as horas
Sou um arrivista, quase artista
Sou aquele que chora
Na imagem que toca o coração
Falo pelas tampas e escrevo tal
Que deliro com as palavras
E responde quando posso
Sou aquele que sempre compreende
Mesmo não sendo ouvido
E quando não me entendem
Ainda assim fico amigo
E por ter muito tesão pela vida
E amar mais do que ser amado
E tudo aquilo que desnudo
Nas cores que vejo sempre
Intuição que me chega por palavras
Das que vem de ti,
Bem como de outras paragens
São afagos que lanço aos olhos
E desabafos para essas coisas de coração.

Amar não é uma vendetta. É o bom da vida!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 03/06/2005
Código do texto: T21805
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120249 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:42)
Peixão