Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRÊS DAMAS DE POESIA

Três damas dispostas no mesmo tabuleiro
Com a sensibilidade da flor do pessegueiro
Clamando por liberdade de expressão
Aos gritos silenciosos presos no coração

Dama da flor, rosa branca, limite em versos
Poema e prosa nuns surreais encantos imersos
Navega na poesia além do suportável ser...
Fala a linguagem cifrada do acontecer...

Dama da água, fonte clara, sedução epidérmica
Poetar direto sem a falsa sensação térmica
Infiltra-se nas nuances do sentir profundo
Diapasão de sons na suave maciez do veludo

Dama do azul, emoção solta,sensibilidade aflora
Deita nas palavras o sofrimento que a devora
Nutre na essência, a palavra que consola
A tristeza de um ser que busca uma poética esmola

Três damas dispostas no mesmo tabuleiro...
Onde a poesia tenta fazer-se celeiro...
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 16/08/2006
Código do texto: T218051

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916682 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:40)
Denise Severgnini