Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mistério

Sobre mistérios de escravos
E remédios amargos.
Entre vários fardos a carregar
E poemas lúcidos de desilusão.
De rimas escondidas
E favelas carregadas
Ás estradas mais antigas,
Eis então de me levar.
Onde os bosques são floridos
E as mulheres encantadas
Onde sobra então o tudo,
Onde sobra então o nada.
E nos plexos comprimidos
E neurônios conclusivos
Pela única verdade.
Estadia memorável...
E constantes devaneios.
No cume da montanha...
Pensa leve construtivo.
E no sempre...
Mais que por...
Somente em...
Há mais um dia...
Retornar...
Para tentar sobreviver.
O que de Souza
Enviado por O que de Souza em 17/08/2006
Reeditado em 22/08/2006
Código do texto: T218368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
O que de Souza
Curitiba - Paraná - Brasil, 29 anos
335 textos (8757 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:13)
O que de Souza

Site do Escritor