Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***ANDARILHO DA LUZ***

***ANDARILHO DA LUZ***

 

 

Na trilha do destino

Eu te encontrei

Foi um sonho bom

Que  aconteceu...

 

A luz nasceu

Quando eu te vi

Não foi amor

Não foi paixão

Foi algo maior...

 

Não foi por acaso

Que você chegou

Já estava escrito

Alguém te enviou

Meu coração entendeu...

 

Minha alma descansou

Por que viu nos teus olhos

A mesma luz que me guiou

A mesma missão

A mesma luta

A mesma dor

Mas um só coração

Meio a multidão...

 

São emoções

Uma trilha a seguir

Ele nos colocou aqui

Nos mostrou os caminhos...

 

Você vai para o norte

Eu irei para o sul

Seguiremos os caminhos

Que ele nos indicou...

 

Somos andarilhos da luz

Hoje estamos aqui

Amanha estaremos lá

O nosso destino traçado está...

 

Já estivemos em tantos lugares

Já preenchemos muitos corações

Com simples palavras vindas da alma

Gestos de amor sentimentos de poeta...

 

E agora amigo!!! O que faremos?

Estamos em guerra,

Ouço de longe o clamor

Nosso povo clama e chora

Sinto na carne, a dor que eles sentem.

Sinto um vazio, uma angustia profunda.

Sinto a fome e a miséria

A tristeza de suas almas

Faz a minha alma chorar...

 

Meus gritos ecoam no infinito

Mas ninguém me escuta

Minhas palavras perderam o sentido

O que fazer agora? Já estava escrito

E o começo do fim... Mas ninguém vê

A ***ONU*** esqueceu o que tanto pregou

E eu já tinha lido que isso ia acontecer

Mas, não queria acreditar, que pudesse ser assim...

 

Senhor, leve de mim esta tristeza.

E não a entregueis a mais ninguém,

Preencha meu coração com mais amor

Para que eu possa ser forte, e seguir em frente...



 
http://nadirvilela.multiply.com/journal/item/416

 

Autoria: Nadir Vilela
(direitos autorais reservados)
Em 26-07-2006 Brasil-Itatiaia-Penedo

 

 

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 17/08/2006
Código do texto: T218479

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84746 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:00)
Nadir Vilela Poetisa