Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas Mãos

Minhas mãos não são

mãos macias para acariciar...

mãos belas para admirar...

mãos tratadas para ousar.

Minhas mãos são

mãos singelas para amar...

mãos fortes para amparar...

mãos rudes para trabalhar...

Mas minhas mãos

se podem transformar

em mãos meigas e ternas

só para te acarinhar...

em mãos enormes e possantes

só para te agarrar...

em mãos de luz...

para te iluminar.

Minhas mãos podem ser

mãos de prazer,

para te explorar...

mãos de saber,

para te repousar...

mãos de amor,

para sempre te amar.

Minhas mãos são!
António CastelBranco
Enviado por António CastelBranco em 17/08/2006
Código do texto: T218857
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António CastelBranco
Portugal, 56 anos
57 textos (1698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:53)
António CastelBranco