Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RAÇA INDÔMITA

Como as cartas de um baralho
que se misturam na mesa,
a vida é constante surpresa:
desconexa, às vezes bruta,
traz dor, desamor - é disputa
jogada entre os dados da sorte.
Semeando angústia e medo
esconde, voraz, seus segredos
nas profundezas de um cofre.
Brande louca o seu cutelo,
mostra os dentes amarelos,
ri, gargalha e zomba rude
abrindo a boca faminta,
e devorando, indistinta,
o homem que crê e se ilude.

Saco rápido a minha espada
e com destemor vou à luta.
Vida - velha prostituta,
abre o jogo, exibe as cartas!
Não me intimida a batalha,
tenho a mão e o braço fortes.
No meu rosto eu trago a marca
da supremacia da raça,
que vão ao chão humilhada,
mas depressa se levanta
e faz estalar o chicote.
HLuna
Enviado por HLuna em 19/08/2006
Código do texto: T220018
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9348 textos (235788 leituras)
15 e-livros (905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:34)
HLuna