Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUINTA DOS INFERNOS

A Quinta dos Infernos
começou numa quarta no Café & Cultura,
ganhou a noite dos bares curitibanos
e acordou num domingo de manhã
na missa do Largo da Ordem.
A ordem é caos.
E o caos é na Quinta dos Infernos
seja lá quando e onde for isso.
Não temos compromisso.
Pode ser na primeira quinta do mês
ou na última segunda-feira do ano.
Não temos eira nem beira.
Há quem nos ame e quem nos odeie
quem se solte e quem se enleie
quem recite e quem escute
quem lute e quem titubeie
quem cante e quem fique a esmo
quem represente
e quem é assim mesmo.
Artistas ou loucos?
Não somos uma coisa nem ostra
mas sempre rola uma pérola.
Se você entrou no clima, apareça.
Se não, esqueça.
Vai achar um saco.
E como disse Maiakowski:
"melhor morrer de vodca do que de tédio"
ou vice-versa.
Se fez sentido, não importa.
A intenção da Quinta dos Infernos
não é alterar a ordem e sim os (f)atores.
Marilda Confortin
Enviado por Marilda Confortin em 19/08/2006
Reeditado em 19/08/2006
Código do texto: T220358

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome de autor e link para www.marildaconfortin.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilda Confortin
Curitiba - Paraná - Brasil
85 textos (14292 leituras)
8 áudios (2951 audições)
3 e-livros (145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:29)
Marilda Confortin