Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como se diz adeus?

Rosa Pena


Neste poema deixo
na areia marcas,
esparsas, breves
pegadas leves
de alguém que partiu
numa barca,
sem dizer adeus.


Neste pequeno poema deixo
o medo, o susto
Daqueles que levamos
quando o vento,
desnuda nosso busto.
Adeus brusco.


Neste resto de poema,
deixo o pranto
De saber que feri,
meus maiores encantos.
Adeus que acena.


Sequer é poema
é apenas
a lágrima que teima,
em sair dos olhos meus.
Adeus.
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 23/01/2005
Reeditado em 03/08/2008
Código do texto: T2210
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
954 textos (1389983 leituras)
48 áudios (24755 audições)
33 e-livros (28798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 12:38)
Rosa Pena

Site do Escritor