Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Canção
Mario Quintana


Era a flor da morte e era uma canção...
Tão linda que só se poderia lê dançando e
que nada dizia em sua graça ingênua dos
subterrâneos êxtase e horrores em que
estavam mergulhadas suas raízes...

Mas estava fragilmente pintada sobre o
véu do silêncio onde a morta jazia com
seus cabelos esparsos com os seus os
seus dedos sem anéis com lábios imóveis
e que talvez houvessem desaparecido para
sempre até as sílabas com que outrora
pronunciavam meu nome...

Onde a morta, na sua misteriosa ingratidão!
Era uma pobre canção, ingênua e frágil, que nada dizia...


Tirado do livro: Aprendiz de feiticeiro
Mario Quintana
Enviado por SBernardelli em 20/08/2006
Reeditado em 03/08/2014
Código do texto: T221162
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SBernardelli
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil
912 textos (289900 leituras)
25 e-livros (11513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:12)
SBernardelli