Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

caminharmos frescos na manhã

caminharmos frescos na manhã,
como se as rosas do amor
nos trouxessem a brisa fresca da pradaria.
 
os nossos desleixos nos olhares cruzados,
contam-nos o que sentimos mais uma vez,
pudera toda a nossa história se repetir de novo,
possa o teu olhar não sair desse raio de luz.
 
 
possa a benção da manhã se gerar em felicidade.
Que se ame como agora, mesmo sem verbo no teu olhar,
as manhãs cumpriram esse lugar.
 
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 21/08/2006
Código do texto: T221488
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:37)
Constantino Mendes Alves