Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A EXONERAÇÃO

Uma a uma gradativamente
Acredito que intencionalmente
As fechaduras foram trocadas
Ficando as portas pra mim trancadas
Bloqueando a minha entrada
Deixando a minha ação limitada

Tanto da minha liberdade
Como da permissividade
De repente fui tolhida
E fiquei entristecida
Pois deixaram-me ilhada
E sem entender nada

Quando pude discernir
Aquela maneira de agir
Fiquei decepcionada
Ao entender a jogada:
Sem ter falta cometida
Seria eu despedida

Pra mim ficou a lição
Na mente e no coração
Quando não sou condizente
Com o agir do dirigente
Embora esteja certa
Sou empecilho na certa

Se sou inteligente
Insistente e persistente
Se digo o que penso
E se tenho o bom senso
Sou descartada, talvez
Pra não ter voz e nem vez.














marineusa
Enviado por marineusa em 21/08/2006
Reeditado em 02/12/2006
Código do texto: T221513

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 71 anos
1726 textos (322759 leituras)
39 áudios (29264 audições)
18 e-livros (9104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:04)
marineusa