Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor virtual

Toda vez que tu chegas, eu travo,
Sobe um calor, um frio me arrepia a tez.
Tudo dito, escrito, sem pensar, gravo!
Ouço e leio, em silêncio, tudo outra vez.

Quando me recolho ao leito calada,
Levo-te enrolado no corpo aquecido;
Da tua lembrança e mais nada,
Pede meu peito, claro e decidido.

Abastecida de diálogos e poesias,
Acendo meus sensores virtuais, fatais,
Que assim se seguem todos os dias.

Sua presença ausente, quero mais,
Nessa tela vazia, de cores tão frias,
Como nunca outro, quis jamais.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 04/06/2005
Código do texto: T22161

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55644 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:57)
Angélica Teresa Almstadter