Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Toucinhos Defumados!

Vazou ali, uma batida seca, tumultuo,
Sorte que falta sem muito socorro,
Lata que foi para o espaço, briga,
Palavras sempre mais ásperas, caos,
Na falta que a atenção tanto pede,
Noite sem Lua & muitas estrelas,
Dentes que ainda rangem, faroletes,
La se vai mais um passante, passos...

Paranóicos da velocidade próximos,
Cantou ali, outro princípio da tragédia,
Caem feito bombas por toda a city,
Quantos milênios mais brigarão,
Histórico da ferocidade, quase primos,
Por cada metro de areia, pedra, asfalto,
Desafinados em uma mesma melodia,
Verdugo impopular genérico dos santos...

Qualquer formalidade é mera coincidência!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 22/08/2006
Código do texto: T222318
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:59)
Peixão