Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se fosse fácil ninguém fazia

Era mulher de grande beleza
E capacidade de amar.
Era um nobre na sua pura riqueza,
Ajudando o pobre a se emparelhar
E fui realmente transformado,
Um dia eu sei que fui.

A canção que eu cantava se enriqueceu
Com a metamorfose do fulumui.
E em uma pequena boca falante
Escutei uma coisa que dizia algo
Sobre a minha metamorfose ambulante.

Eu nasci e vi a lua crescente
Acho que era primavera dentro do meu berço celestial
Mas lá fora não tinha um lual
Com certeza era nova e a
Tempestade psicológica anunciava o inverno.
Da era filantrópica.

Tenho a certeza de que ninguém
Nunca uma mulher de grande beleza
Amar alguém.
E o nobre de grande riqueza
Dar nada a ninguém..

O início da metamorfose quem
Enxerga é você.
E se fosse fácil ninguém fazia.
Nem mesmo você.
Edmir Junior
Enviado por Edmir Junior em 24/08/2006
Código do texto: T223965
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmir Junior
Juripiranga - Paraíba - Brasil, 30 anos
83 textos (1735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:44)
Edmir Junior