Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Caldeirão da Bruxa.

O Caldeirão da Bruxa.
(Sávio Assad)
 
Neste momento, com o frio a cortar, meu corpo
Estou aqui com meu caldeirão, pronto para te prender,
Feitiços serão feitos, nesta noite escura e solitária,
Onde, amarrarei seu coração, ao meu peito vibrante.
 
Fitas coloridas, enfeitam meu peito, enlaçando você,
Sementes já foram colocadas a ferver, sem parar
Seu nome, assinado 77 vezes, num papel sedoso...
E seu rosto eu fito no vento, trazendo seus segredos.
 
Não adianta tentar fugir, estarei no seu colo
Beijando esses lábios maliciosos, perigosamente,
Minha língua roçando a sua em êxtase e tremor
Em paixão misteriosa,colhida em seus olhos.
 
Quentes de prazer, nos realizaremos, totalmente,
Ai... minha princesa, retirarei os laços de fita
E não precisarei mais deles, pois você, agora
Se encontrará, presa em meu coração, para sempre.
Niterói - RJ - 23/08/2006
Sávio Assad
Enviado por Sávio Assad em 24/08/2006
Código do texto: T224017
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sávio Assad
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
419 textos (26704 leituras)
19 áudios (1373 audições)
4 e-livros (106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:03)
Sávio Assad