Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ouro

Escultura de madeira
De pele policromada.
Saliva de tinta têmpera,
Óleo de Ataíde.

Suas lembranças
Em minhas lembranças
São farpas
Que impregnaram-se em mim
E em mim ainda vivem.

E a cada novo encontro
Fere o já infeccionado
O corpo que se tocado
Grita de dor e de alívio.

Agora que o venderam
A um colecionador de imagens
Alimento as que ficaram
Secam as que retiro.
Maria Clara Dunck
Enviado por Maria Clara Dunck em 24/08/2006
Código do texto: T224386

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Clara Dunck
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
73 textos (4623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:36)
Maria Clara Dunck