Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Renascer das Cinzas

                     Renascer das Cinzas




Sou o fogacho de uma noite de amor
E nasci estupor…
Salvé faraó de um Nilo enlodado!
Os teus canaviais secaram
De tantos crocodilos choramingarem lágrimas salgadas
As flautas emudeceram
À falta de profetas trovadores
O Sinai desfez-se em areias pestilentas
Porque tu palmilhas o deserto da existência
As sandálias gastas em caminhadas incongruentes
Absorvendo a escuridão, toda a escuridão
Atraindo os raios do lado negro da luz, todos eles
Espectáculo apetecível
Alvo a abater
Fantoche respeitável de uma previsível tragédia de cordel.
Que me perdoe Homero!
Não tenho muralhas resistentes a estóicas covardias.
Peão estratégico de um falso Epeu
Escondo-me das tormentas
Abalroado pelo trovão de um Adamastor demente
Ilumina o céu!
Relâmpago do conhecimento, porta-voz da sabedoria
Aclara de compreensão os espíritos
Tal língua de fogo de pecaminoso sacramento
Vem!
Vem apregoar a paz
A paz podre da era dos impérios
A paz dos cogumelos dissuasores iluminando as estrelas
Corpos celestes mortos de uma defunta elegia
Vem contradizer a realidade
A crueza das paisagens devastadas
Vem em flor
Lotus sem Buda
Desfazer esta convicção de que me estou a perder.



Um Éden esconder-se-há algures
Escapando à ordem da desordem elementar
Um jardim timidamente verdejante
Onde os frutos são doces e saborosos
Onde o sonho ainda não se derreteu
No calor bombástico da fricção nuclear
Um paraíso desgarrado
Fugido à espada vindicativa do anjo castigador
Uma virgem carregando no ventre o pó cósmico
Semente de bravo pinho de manso levitar
Ah! Como queria tanto ser assim
Frágil e vigoroso num equilíbrio pendular
Como tanto queria ser
A voz melodiosa no silencioso despertar
Aurora de um oriente boreal
Onde florissem as quimeras
Como aqui se espezinham sonhos
Ah! Como partir para longe
Está a um passo de ser o meu ponto final.



Moisés Salgado
alestedoparaiso
Enviado por alestedoparaiso em 24/08/2006
Código do texto: T224421

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alestedoparaiso
Portugal
209 textos (4174 leituras)
38 áudios (1068 audições)
2 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:56)
alestedoparaiso