Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU DESERTO

Meu deserto é pressa
Acordo pela manhã esperando a noite chegar.
Dito isso, passo a me explicar aos amantes
Não faço parte desse grupo
Por mais que seja a minha vontade.

Esqueço a noite, esperando um novo dia.
E assim me vou, deixando de lado, letras e sonhos.

Meu deserto é censura, reflito minhas lágrimas e me dou uma vergonha.

Dito isso, passo a me explicar sobre a mulheres
Leio-as com o coração e grito pela minha mediocridade.
Deixo de lado minhas mãos, que tão bem demonstrariam meus desejos
E me apego ao silêncio de uma restrição sem sentidos.

Sou devedor de mim mesmo
Mas sei onde posso parar
Ao menos
Meu deserto não é somente culpa.
Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 06/06/2005
Código do texto: T22491
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
730 textos (54065 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:53)
Jose Carlos Cavalcante