Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ESPANTALHO

Eu não sou de espantar,
espantalho à espera do pássaro;
infeliz, mas atento a um olhar.

De repente um sol casual,
e um vento lacerante desfaz meus cabelos
no flavo infinito do milharal.

Olhos parados, alma vulgar,
imóvel, impávido, patético,
como bem disse eu não sou de espantar.
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 25/08/2006
Código do texto: T224921
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 56 anos
733 textos (134433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:49)
Enzo Carlo Barrocco