Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0311 - Eu e meus sonhos

Eu gosto mais quando sou sonho,
é mais descontraído,
sem compromissos,
eu gosto também do homem
e, às vezes, muitas vezes mais romântico;
eu sou o personagem dos meus sonhos,
mas não sou um sonho,
porque sou eu o personagem que vive,
dentro do homem que toma,
que faz amor,
que ama,
que se apaixona e chora; só, às vezes,
e só, às vezes, quer viver.
 
Mesmo que os nãos venham mais que os sins,
mesmo que o dia venha a ser noite
e eu não volte a paixão para o mesmo peito,
quando me jogam fora sou amor, mais ainda,
visto-me de personagem para esconder meu eu magoado,
então viro sonho,
nunca sonhar é pouco,
nunca fazer realizar é pouco,
e sonho...
e sonho...
tudo que posso é querer e sonhar.
 
Saber que eu queria agora ouvir isso,
com uma paixão deitada no meu peito,
até que viro alguém nos braços de alguém,
alguns sorrisos ficam na boca,
outros entram e vão até à alma,
depois voltam em forma de carinhos,
aqueles que se espalham pelo nu do corpo vestido,
ainda e assim me faz sonhar...
 
Quando voltar a ser carinho, deixarei que fique,
poderia ser a outra ou a mesma,
aquela que deixou um sorriso dentro,
talvez, só talvez,
seja o sorriso que deixou na minha alma,
então volto a sonhar, todos os sonhos,
todos os amanheceres da minha vida.

07/06/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 06/06/2005
Código do texto: T22494
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116250 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:02)
Caio Lucas