Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDOSISMO



              Não fugindo à regra comum à maioria dos brasileiros, confesso que sou louca por uma novela principalmente as da Globo que são sempre muito bem elaboradas e contam com um "cast" de excelentes atores.

              Essa que, atualmente, está sendo levada ao ar com o nome de SENHORA DO DESTINO e que, segundo dizem, vem batendo todos os recordes de audiência, mostra cenas de uma beleza extraordinária. Pelo menos a mim me parece e eu, romântica incurável e uma saudosista maior ainda, fico ali, em frente à tela babando.

              Ah, não me refiro à trama da novela, nem ao desempenho dos atores que não deixa nada a desejar, mas sim à fotografia, às tomadas belíssimas da mais linda cidade do mundo - a minha!

              Ontem mesmo (28/2) a câmera levou um bom tempo passeando pelo Pão de Açucar, focalizando o platô mais alto, a chegada do bondinho e a paisagem ao redor: a mata... o mar... todo aquele cenário maravilhoso que só o Rio de Janeiro possui, e que se renova a cada vez que o contemplamos.

              Ultimamente, aliás, em quase todos os capítulos está sendo, também, muito enfocada a imagem do Cristo Redentor no Morro do Corcovado, um do mais belos pontos turísticos da cidade, de onde se descortina um panorama impossível de ser descrito.

              Mas a novela não se limita apenas a mostrar os melhores ângulos da zona sul, e com muita razão já que um dos núcleos principais esta localizado na Baixada Fluminense, região da qual desconheço absolutamente tudo.

               Por esse motivo, vez por outra, aparecem flashes dos trens da Central do Brasil e do próprio Edifício Sede com seu grande relógio luminoso. Isso tem muito a ver comigo, porque não só morei em Realengo cêrca de 12 anos usando os trens como meio de transporte, como trabalhei no 21° andar daquele prédio por um bom tempo.

                Como todos sabem nasci no Rio e vim para o Ceará pouco antes de completar 24 anos. Vale lembrar que exatamente no próximo dia 1° de julho estarei comemorando os 44 anos da minha chegada ao velho aeroporto Pinto Martins num avião "De Havilland" de propriedade do DNOCS, órgão em que trabalhei por mais de trinta anos.

                Assim é que esses lugares são partes integrantes da minha vida, da infância à mocidade, e trazem lembranças as mais diversas.

                 Nem sei avaliar se essas lembranças me fazem bem, ou me fazem mal. Sei que o coração muda de rítmo
e vem aquela vontade enorme de estar ali de novo. Não de estar ali agora, isso seria fácil demais e prontamente passível de solução, mas, sim, de estar ali presente num tempo que já passou, época em que estava descobrindo o mundo e via tudo com oslhos maravilhados.

                 Bem sei que é de todo impossível retornar ao passado. Só me resta, portanto, apelar para a fantasia que dá asas ao meu pensamento para que eu encontre a mim mesma novamente jovem, cheia de risos e de esperanças.


                                         fev-2005
HLuna
Enviado por HLuna em 25/08/2006
Código do texto: T225053
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9355 textos (236086 leituras)
15 e-livros (905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:19)
HLuna