Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DELÍRIO DE AMOR

Animais...
rastejam inquietos em meu leito,
os ouço, me assusto,
porém eles também se assustam,
a angústia é recíproca.

Percorrem nus meu corpo,
os repilo,
tremem ansiosos,
desejam possuir minha alma
me induzem à seu ninho,
e ao meu leito me agarro
em desespero...

Animais
maculam inocentes meu desejo
atirando às cinzas,
uma pretensa virgindade,
arrancando da alma
um grito assustado;
grito que os olhos cala, inútil.

Animais,
revestem-se de nobres conceitos,
livres de pergaminhos,
sorriem ante ao corpo destituído,
e o devoram, famintos.

Animais,
em prantos devoram-me,
minha alma os convida a dançar...
...animais...
rastejam inquietos em meu leito...
Marcos Rohfe
Enviado por Marcos Rohfe em 25/08/2006
Reeditado em 23/09/2006
Código do texto: T225359

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Rohfe
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 46 anos
107 textos (10404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:51)
Marcos Rohfe