Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu sou

  Eu sou um gemido, um toque um som um ruído
um perfume que se exala um toque uma fala
estou na beleza da natureza, no beco na lagoa
do dia sou toda clareza estou na boca de uma pessoa.
  Do passáro eu sou som do parque o bosque da música o tom da mão o toque.
  Sou ilusão solidão escuridão estou na noite no ar e no coracão.
  Em todos os lugares que vou sou bem vinda, sou de altos e baixos dou alegria e tristeza sou amargura sou pureza
odiada e muito querida sou duradoura e ao mesmo tempo passageira, me consideram um pouco falsa mais sou verdadeira.
  Sou a rasão de muitos e o fracasso de alguns dou existência a alma sou também da juventude infancia as vezez um trauma.
  Deus é meu dono você é meu trono, sou harmonia dum sabádo de sol em alegria.
  Estou num marreco nunca em um boneco, sou a gota que cai de qualquer lugar e esse lugar eu também sou e quando os meus inimigos chegarem para bem longe eu vou. Meu inigo sempre compete comigo na discoteca no hospital no pensamento de um suicida de um ladrão, no vôo de um avião
na ponta de uma faca na boca de uma arma em uma encruzilhada ou na atrevessia de uma estrada, emfim, o inigo sempre compete comigo.
  Tudo isso porque sou vivida, querida sofrida, perdida, esquecida e sempre bem recebida, sou a mais linda e poderosa sou a vida!

Diana Almeida
Enviado por Diana Almeida em 25/08/2006
Código do texto: T225364
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Almeida
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
24 textos (2237 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:03)
Diana Almeida