Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhando de Lado

Olhando de lado
a gente percebe.
Olhando de frente,
também recebe.

Se você já tem,
guarde em silêncio.
Se não tem,
voe na mesma altura dela
e vá em frente.

Em tudo, faça silêncio
dos mudos.Em tudo
se guarde na ordem dos curdos.

Não seja pertinaz na
sua incoerência.
Seja retilíneo
na sua competência.

Mas não divida
o primeiro pelo
segundo.

No amor, a divisão
tem troco alto.
Às vezes é de doer,
às vezes pára o coração.

Por isto e mais
alguns desdéns,
que são sombras do mar.
faça de contas
que já sabes amar.

Se tudo perdeu,
não alvoroce nem
o nascer do dia
nem surpreenda
o pequeno sol
que mais parece dos hebreus.

Faça de tudo uma
suite dançante.

Mas não morra por amor:
disso, pouco vale aparecer,
pois atrás da mesma porta
que te bateu, há uma outra
cheia de cor e vida
que vai te renascer!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 26/08/2006
Código do texto: T225612
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26788 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:46)
José Kappel