Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM MEIA ALMA

>                    EM MEIA ALMA
>
>
>     Matava-me à cada palavra cortada
>     Por minha mente imolada
>     Que viajava dali em fuga voraz
>     Condenada sem justa sentença
>     Mas minha alma sempre audaz
>     Percorria céus por outras presenças
>     Em tentavivas de ser feliz
>     Ou tantas vezes tornava
>     Na ilusão de um pobre petiz
>     Um mundo,o que eu desejava
>     Te implorava em vão tantas vezes
>     Prostrada, caída, humilhada
>     Por liberdadae ainda em vida
>     De minha alma enclausurada
>     Que tornaria amena nossa subida
>     Deste-me a soltura, enfim
>     Não depois de sarcástica exploração
>     De todos os meus sentidos, demorado
>     E, carregadas de culpas sem fim
>     Arrastada em correntes, em penar
>     Sem a menor emoção
>     Libertaste o corpo,e parte de um coração
>     Reteste ainda por tempos minha mente
>     Perturbada pela tua, insana
>     Ao reter minhas sementes
>     E me tornaste um fantasma demente
>     Vagando nas noites à luz da lua
>     Procurando apenas em mente nua
>     Parte de mim, que eu implorava...
>     Hoje em apenas meia alma
>     Ainda quase em vida
>     Sei,não saí vencida
>     Apenas peço devolução
>     Em oração, parte de meu coração
>     Que mantem ainda sob falsa custódia
>     Devolva-me a meia alma
>     Pois esta, contas tenho à prestar
>     Recupere a minha,a tua, a nossa calma
>     Para que num futuro, não chores por reclamar
>     Talvez a tua própria meia alma...
>
>             DIANA LIMA/SANTO ANDRÉ/SP, 10/03/2005
>
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 06/06/2005
Código do texto: T22565
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52796 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:04)
Diana Lima