Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FUGITIVO

Te possuí, foste minha
de olhos abertos, sem medo,
sem sequer fingir que eras
uma virgem delicada
que, posta em sossego, aguardava
aquele que um dia viria
desbravando a mata sagreste,
enfrentando a fome, a peste,
só pra ser o seu escravo.

Nos teus olhos divisei
a amplidão das planuras...
Ví a aurora, a noite escura,
e percorri várias glebas
na mesma sequência em que o ato,
o ato de amor era um fato
que nos separava da Terra.

Um dia o sopro do tempo
desfez os grilhões e os laços
que nos mantinham unidos
partilhando os mesmos sonhos,
ocupando o mesmo espaço.
Meu mundo que, agora, é abstrato
partiu-se em milhões de pedaços,
e eu tornei-me... um fugitivo.
HLuna
Enviado por HLuna em 26/08/2006
Código do texto: T225656
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9352 textos (235869 leituras)
15 e-livros (905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:26)
HLuna