Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO AS LÁGRIMAS VÊM SEM GOSTO

Não que eu não possa ser,
mas é claro que eu não quero,
não acreditei que esqueceria tão rápido
que só deixaria o nome cravado no mármore.

É verdade, eu não tive coragem,
e talvez essa seja a maior coragem
admitir o medo.

Não queria ter aquela imagem,
existem outras tantas que lembro.
acho que não acredito ainda,
como não acreditei no dia.

O homem chorou.
E choraria quantas vezes puder,
para lembrar que não esqueceu,
e que ainda não tem coragem.

Acendi uma vela
rezei comigo mesmo,
e com meu Deus.

Pedi paz para ele,
e agradeci por ainda ter comigo
um pouco, daquele ser maravilhoso.
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 26/08/2006
Reeditado em 26/08/2006
Código do texto: T225799

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
370 textos (14926 leituras)
3 áudios (241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:52)
mário cardoso