Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REPÚDIO À MORTE POÉTICA

Enterrei a poesia mórbida
No túmulo do coração poeta.

Afazeres são assassinos
Dos nossos sentimentos.

A vontade transposta
É um pico de obstáculos
Que detém o interno.

Faculdades da mente
Alcançam viagens
Na arte e nas linhas.

Deixei a poesia morrer
Mas resolvi ressuscitá-la.

Para que viver na crueldade
Sem versos que amenizam o dia?

Hoje despertei a caneta
E desde a manhã versei...
Brenda Marques Pena
Enviado por Brenda Marques Pena em 06/06/2005
Código do texto: T22585
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Brenda Marques Pena
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
266 textos (18075 leituras)
2 áudios (268 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:08)
Brenda Marques Pena