Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GUARDIÃO DE MIM

Na falta de outro,
Eu fui o Anjo de mim para trazer até aqui
O menino que não fora feito para a Terra crua...

Eu, Anjo de mim,
Compreendo por quem velei...
Ainda que tantos os riscos,
A Terra crua, de tantos horrores,
Quase mais fácil matar de dor
A Alma fluida daquele que trazia Amor.

Frágil barco na solidão do oceano,
Nem as noites de tempestades,
Nem as procelas, escondendo as estrelas,
Nem os ventos frios,
O mar bravio,
Tiraram de ti
A serena compreensão
Da tua natureza:
Navegar...
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 26/08/2006
Código do texto: T225960

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 58 anos
246 textos (31019 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:40)
Chico Steffanello