Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Parte de mim

Não me recordo já como começou...
Procuro em lembranças perdidas, em vão
aquele dia tão distante perdido na imensidão.

Não me recordo já das tuas palavras...
Trocas perdidas no vasto tempo,
apagadas pelo nascer do sentimento.

Não me recordo quando fizeste sentido...
Qual foi o dia em que te reconheci ao chegar,
o momento distante em que me fizeste parar.

Mas que importância terá esse momento?
Terá tudo isto lugar num sentimento?
Caberá ele na eternidade do infinito?
Será o inicio assim tão magnífico?

Mas agora não lhe consigo perver um fim...
Com ele acaba tudo, começa o nada!
E nesse espaço nada acaba...

Não lhe consigo prever um fim...
Porque sei que estarás eternamente
num passado futuramente presente!

Não lhe consigo prever um fim...
Porque te amo da forma mais pura
livre da prisão física que nos tortura!

Um amor genuíno que alimentas
um sentimento terno que sustentas
e assim fazes parte de mim!

E hoje sei que só assim
"Nós" não terá fim...
Sónia Granja
Enviado por Sónia Granja em 26/08/2006
Código do texto: T225974
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sónia Granja
Portugal
42 textos (2021 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:53)
Sónia Granja