Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vejo e Digo

Vejo o céu e digo:
é prá lá que vou;
vejo o céu novamente
e digo:
é prá lá que não quero ir.

Da água deste mar
não navego,
e desta mulher
não preservo.

Mulher de dois açoites
mulher que vira noite
sonhando com os homens
dos outros.

Mulher de dois ventres
e um filho com cada um:
um neto-avó,
um pai-morto,
um tio-amante.

Umm camdelabro de
confusão
que nem o mais torto
suporta tal alvenaria
de mulher atiça,
com total suporte
para dois infernos!

Mulher assim não
quero,não!

Sozinho mando eu!
Acompanhado, manda ela.

Neste pôr-de-sol
Trata lá de seu destino,
que eu vou correr
para o além da vida,
e achar com quem
um dia,
errei,
mas que era minha amada
e vivaz escolha de uma
radiosa manhã de sol.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 27/08/2006
Código do texto: T226293
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:15)
José Kappel