Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

et cetera...

Rosa Pena



Ontem sonhei contigo
com o proibido.
Senti o gosto de teus lábios.
Machuquei-me em teu rosto barbado.
Hoje acordei com o permitido.
Ouvi pensamentos sábios.
Prefiro o ontem!
Lá juntamos os meios,
arranhastes meus seios.
Neles deixastes tua saliva
escorrendo... ai!
Puro azeite de oliva.
Quero mais!
Ouvistes de meu ventre,
aquele suspiro:
- Adentre.
Sentistes o perfume do meu sexo.
Beijastes meus lábios,
o côncavo e o convexo.
Gostoso o sabor da minha fruta?
Com paixão desvendastes minha gruta.
Entramos em alfa, beta.. et cetera!
Mistura de pêlos, cheiros, temperos.
Não foram ilusões as contrações
do prazer longo e ligeiro.
Amassastes cada pétala desfolhada,
como a do livro lido!
Virei de vez tua amada.
Sorveu com apetite minha libido.
Vem de novo e não vai!
Gama!
A gente "delta”,
e volta pro et cetera...
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 24/01/2005
Reeditado em 10/10/2008
Código do texto: T2265
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
954 textos (1390262 leituras)
48 áudios (24755 audições)
33 e-livros (28799 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 19:13)
Rosa Pena

Site do Escritor