Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LIBERTAÇÃO

Pela janela aberta a minha frente
escapam-se meus olhos que se perdem
extasiados  nos céus...
Pela janela aberta dos meus olhos...
foge-me a  alma...
e no cativeiro estreito de meu corpo
sedento de expansão,
ganha a imensidade, o espaço limitado
e se liberta, se deleita, se inebria
e se exalta, ainda sorvendo o vinho
de luz entoando a cânfora do sol.
Num instante libertada
todos olhos, toda alma
delicio-me das contingências  culturais
que algemam meu ser corporal...
Delza Breder Nolasco
Enviado por Delza Breder Nolasco em 07/06/2005
Código do texto: T22650
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delza Breder Nolasco
Ilhéus - Bahia - Brasil, 92 anos
14 textos (963 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:18)
Delza Breder Nolasco