Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Derrapagens!

O olhar degredado, sentimento ralhado,
Voz grave que esconde tantos atos,
Encenação para famigerados & afoitos,
Batidas em todos os bicos possíveis,
Em terra de alienados sempre falta luz,
Pequenos traumas viram inundações,
Passa longe do melhor pensamento,
Afogam-se em diminutas tragédias,
Corte, viração na piada sem graça,
Titubeia quando precisa de firmeza,
Endurece quando deve ser mais meiga,
Pagando sempre mais caro a conta,
Reclamar virou média nacional,
Enfiar os pés pelas mãos, tão normal,
Só cai a ficha, depois que a nau,
Tomou a vazante, já larga distante,
Mais azeda fica, tudo estranho é,
Novelos se misturando aleatoriamente,
Novas comédias para dramas insatisfeitos,
O ar rarefeito que embriaga a visão,
Sobram penas, pregos & pedras,
Além de fugas desnecessárias, cismas,
E todo o gosto amargo da solidão!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/08/2006
Código do texto: T226956
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:07)
Peixão