Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acenda

Ao entrar acenda a luz
Não a do teto
A da alma
E tente iluminar
O ambiente do meu ser

Ao entrar acenda a luz
A luz da alma
E feche os olhos
Para enxergar
A luz que ilumina
O ambiente do meu ser

Ao sair apague a luz
Mas a do teto
Deixe a da alma a iluminar
Os cantos escuros da alma alheia

Não diga que foi você
Não pergunte se iluminou
Você vai sentir
Pois sua luz vai aumentar
Fabio Damico
Enviado por Fabio Damico em 28/08/2006
Código do texto: T227054
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Damico
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 55 anos
120 textos (1502 leituras)
2 e-livros (59 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:28)
Fabio Damico