Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cor do teu pano


você chorou o rio que criei
e em tua emoção, eu plasmei
droga, e agora?
você lá e eu aqui
nossos fluídos a gozar
num eterno frenesi
nesse filme com happy end no ar
para sempre
... eternity

como negar a emoção que me dá?
se muito antes de duo estar
ao fazer amor
inconsciente, seu nome gritei
num sussurro rouco
envolvente
e nem conta disso me dei
apenas vi estrelas a brilhar
em meu poente

que contemplei...

se nossas almas convidam
nossos corpos, a juntos
... estar
e nesse estado de contemplação
para sempre ficar
é vendaval e emoção
vulcão em erupção
espalhando fogo no ar
projeto o sentimento e te aprendo
e apreendido por você
... me deixo quedar

o medo que calo
calo, não falo
porque não compreendo
são muitas vidas para lembrar
e entender esse encontro que
nos arde por dentro
deixa a natureza falar
por si própria
nesse momento

no vale da minha alma
sagrada
a Lua que bebes
é meu doce veneno
no meu swing a bailar
em teus versos
e movimentos
esse teu corpo lunar
traduz tudo o que mais amo
e minha aura... fluídica
traga a cor do teu pano


cacaubahia
Enviado por cacaubahia em 28/08/2006
Reeditado em 17/08/2009
Código do texto: T227264

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
cacaubahia
Londrina - Paraná - Brasil, 56 anos
334 textos (36475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:00)
cacaubahia