Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ESTORVO

sou aos teus olhos substâncias estranhas
um amotinar humano
uma indelével marca na face  em que não arranhas

sou aos teus olhos um desarranjo na ordem premeditada
fora da linha imposta
o descativo quando me fixas o nada

sou aos teus olhos uma multidão desvairada
um erro de calendário
uma explosão sem estilhaços mas que queima como círio

sou aos teus olhos
dois olhos que emaranham o contrário
 fundem-se em vários braços
 e desarvoram teu fosco delírio



2006
Sítio de Poesia
www.alfredorossetti.com.br
ALFREDO ROSSETTI
Enviado por ALFREDO ROSSETTI em 28/08/2006
Código do texto: T227568
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ALFREDO ROSSETTI
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 65 anos
143 textos (2367 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:49)
ALFREDO ROSSETTI