Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O circo e a vida

No teatro a cortina se abre
Sem o sutil toque dos contra-regras
Automática e inviolável
Violino mágico e notável.

Impávido e colossal no palco
Onde é requisitado todo dia
Sem manifestar a menor covardia
Apresenta sua obra prima final.

Resta o prazer de nada dizer
Apenas tocar para outros sonharem
O som forte impregna o ambiente
Deixa sua marca com maestria.

Trapézios e bolas de fogo vagueiam
Algozes mui ferozes o aguardam
Perda de tempo ele é imbatível
Palhaços coloridos cheios de guizos.

Um incensário de palavras sábias
Sendo usado minuto a minuto
A senha viva do portal colossal
Última chance para ser imortal.

Sob olhares curiosos e descrentes
A visão é audível, uma orquestra.
Astro único se amostra total
A lona do circo então abaixa.

Onde estão os vendedores de bala?
Não é o cenário ou bastidores?
Puro derradeiro e definitivo?
D”alma colorido e intuitivo?...

Quem não quis ver a mulher por barbear-se?
O homem que monstro é sem ser?
O elefante pular, cantar e dançar?
 E os cachorrinhos quase a falar?

A vida é como um circo,
Perseguimos o inédito.
Ser homem ou mulher, mágico ou chipanzé,
Sorrir é o que na vida se quer!...

Denise Figueiredo
Enviado por Denise Figueiredo em 29/08/2006
Reeditado em 29/08/2006
Código do texto: T228105

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite e o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Figueiredo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
313 textos (14439 leituras)
16 áudios (2928 audições)
5 e-livros (193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:45)
Denise Figueiredo