Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Canto e a Despedida


                   O Canto e a Despedida





Posso não deixar saudades
Nem a voz a recordar
Posso partir sem um aceno
E sem para trás me voltar.
Que não me guardem rancores
Pelas promessas em falta
O meu destino é igual
A uma vela rasgada
Pelo furor do vendaval
Numa qualquer tempestade.
Podem apagar-me da ideia
Fazer de conta que nunca existi
Cortar-me pelas raízes
Para que seja mais certo
O esquecimento de mim.


Podem negar que fui verso
De um poema cantado
A duas vozes na tarde
Em uníssono na madrugada.
Hoje parto calado
No silêncio da alvorada
Levo comigo a semente
Ainda não germinada
E trago no peito a esperança
De uma colheita atardada.
 



Moisés Salgado
alestedoparaiso
Enviado por alestedoparaiso em 29/08/2006
Código do texto: T228200

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alestedoparaiso
Portugal
209 textos (4174 leituras)
38 áudios (1068 audições)
2 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:01)
alestedoparaiso