Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INRI
Tere Penhabe

Quem é você?
Que tomou tantas dores que não eram suas
que suportou horrores por quem não merecia
que balsamizou as feridas de tantos
que depois lhe seriam dadas, impostas
Será que você sabia...
o que o homem faria, com o amor que lhe deu?
Será que pressentia, naquele tempo e sempre
até hoje e algum dia...
os abutres terríveis que defendeu?

Quem é você?
Que não apertou minha mão
que eu não vi seu rosto, nem o brilho dos seus olhos
e mesmo assim eu insisto em crer
e me emociono ao pensar em você
você sabe porque?
Que lei insana é essa, que me decreta
incondicionalmente lhe amar
mesmo sem querer, sem precisar
apenas sentindo e eu nunca hei de contestar?...

Quem é você...
Que provoca paradoxos tão grandes
que alguns o julgam uma mentira infame
e outros se envergonham de confiar em ti?
Será que você imaginava
que poderia ser assim?
Eu não sei quem você é, de onde veio, para onde foi
tudo que eu sei... com você eu sempre contei
você foi a mão estendida...a porta aberta... a luz...
dizem que o seu nome é...
JESUS!

Santos, 11.04.2006
www.amoremversoeprosa.com
Tere Penhabe
Enviado por Tere Penhabe em 30/08/2006
Código do texto: T228652

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tere Penhabe
Santos - São Paulo - Brasil, 61 anos
252 textos (25817 leituras)
5 áudios (601 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:30)
Tere Penhabe