Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para todos os sentidos!

Aura caminhando na chuva
Uma luz em foco virando a esquina!

Desmedita de quilometragem
Ar fresco numa manhã de domingo!

Armagedon no fim do universo
Folha de papel em branco que se rasga!

O não pensar
Abrir a porta na quina da mesa
O vespeiro também se molha!

Aridez contínua e manca
O abrir e fechar de olhos sem ver a vida!


Algumas coisas ficam passando, e se chora, é porque percebeu muito tarde!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 08/06/2005
Código do texto: T22876
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:10)
Peixão