Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRESLOUCADA POETISA




Quando me dizem que sou tresloucada
Por viver fazendo poemas
Respondo de forma bem delicada
Que ser uma louca-poeta, vale à pena!

Posso me refugiar no mundo dos sonhos
Quando a realidade se torna cruel
E os versos que componho
Me transportam até quase o céu

Minha imaginação corre livre
Como um corcel pelas campinas
Me liberto da angústia que oprime
E viajo na melodia das rimas

Vou criando mil histórias mágicas
Que fazem bem ao coração
Afastando a tristeza e as mágoas
Deixando aflorar a emoção

E não raro,me pego vivenciando
As coisas por mim imaginadas
Tal qual uma criança acreditando
Nas histórias dos contos de fadas

E fico horas e horas a fio
Nesse incrível e mirabolante viajar
Nem me importo se está calor ou frio
Quando entro nesse transe de poetar

E a inspiração vai crescendo
Como se vida própria tivesse
E os poemas vão aparecendo
E a poeta tresloucada se envaidece

Como um artista apreciando sua arte
Acredita que compôs uma obra-prima
E discreta, sem fazer muito alarde
Com alegria o seu poema, assina

E sentindo imensa felicidade
Expõe a sua poesia, à procura
De alguém que a leia e com humildade
Nem se importa se acham que é loucura!






Sônia Maria Grillo
(Baby®)









19.04.2005
Vitória-ES
Baby
Enviado por Baby em 30/08/2006
Código do texto: T228869
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21957 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:37)
Baby