Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PURA ILUSÃO

Minha visão é uma grande ilusão...
Nem tudo que vejo é o que fito,
nem tudo que fito é o que vejo...

Olho o mar e meus olhos
se perdem na imensidão,
mais além avisto o 
horizonte infinito
que se alonga até onde
meus olhos alcançam;
nesta extensão visualizo
vários caminhos.

Na escolha de onde seguir,
cruzo com o destino.
que me induz a usar 
meus sentidos
e escolher o que 
me trará sabedoria.

Fito o céu 
e meus olhos transpassam
a camada azul;
minhas mãos acariciam as nuvens,
visto a luz das estrelas
e deito-me sob o manto da lua.

Olho a Terra...
Pés no chão, 
meus passos são umedecidos
pelo sangue que brota das guerras;
meus ouvidos ensurdecidos
pelos sons das armas disparadas;
meu coração partido
pelos lamentos dos violentados,
meu ser se sente então sufocado...

Percebo a chegada 
de um vento ligeiro,
nas suas asas ele 
carrega o tempo
que leva consigo 
os versos dispersos,
momentos de sonhos,
variados sentimentos,
inumeráveis sofrimentos
e a própria essência 
da existência...

Fecho os olhos 
por uns instantes
e percebo que tudo 
que vejo é pura ilusão...

Preciso desnudar 
a obscuridade
que cobre minha visão
e desvendar da vida,
a verdadeira razão....


2006




Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 30/08/2006
Reeditado em 28/10/2009
Código do texto: T229059
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60686 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:59)
Anna Peralva