Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alguém que não existe

A dor de te perder
é mal que nao tem cura,
é grito de revolta
e pranto de amargura.

É dor que dia a dia aumenta e mais se expande,
é GRANDE, GRANDE, GRANDE, GRANDE!

É um viver sem viver;
um prazer sem prazer;
um calor sem calor.

Febre que dói e oprime,
uma dor sublime...

Uma febre sem dor,
esta necessidade
do teu amor...

Chama que não se apaga...
Por isso queima e esmaga.

É grande, é grande a dor,
e triste como eu:
imensa como o mar
e como à noite o céu...

É um amor que resiste...
Por alguem que não existe...
Sónia Granja
Enviado por Sónia Granja em 30/08/2006
Código do texto: T229130
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sónia Granja
Portugal
42 textos (2021 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:11)
Sónia Granja