Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lá em Atlanta

Três passos
e nenhum adiante.

Formas de andar pela vida
sem se atropelar
em memórias
ou escadarias
sem glória.
 
Forma de andar
sem olhar para trás,
não ver os escusos
e as abóbodas de luzes
que foram um arco
gigantesco na memória
de três passos e nenhuma argola.
 
É meio inglório, senhor,
se quer que o diga,
é inglório não ter mais
nada na vida do que andar
prá trás na fúria da memória:
ingrata e alada!

Não há tempo a
perder e existe ainda
algum tempo por lá.

Não há dias a desmerecer
se lá existem ainda
o carinho e o eternecer.
 
Falo de homem para
homem, prá quem quiser
lá escutar:
essa vida é de três rodas,
três mocinhos e mil bandidos
que assolam a memória da gente.
 
Pra viver bem, viva meio sozinho,
sem pérgulas ou olvísseros,
lá você se perde.

E prá achar é difícil:
é cheio de nódoas
e coroas de Bonfim.
 
Se quero morrer?
Mais ou menos!

Mais se morrer quero morrer
perto dela
- eles lá não esperam -
o pessoal que levou prá Atlanta
meu único amor de minha vida
E pode!?
Estou eu sem acalanto!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 31/08/2006
Código do texto: T229328
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26780 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:36)
José Kappel