Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÍRICA RECANTUAL...

LÍRICA RECANTUAL...


DESPERTOU NO VENTO CARINHO BELEZA AMOR E ENCANTO,SOPROU FORTEMENTE CASULO, PROTEGEU-O  DOS PREDADORES, CONDUZINDO-O AO RECANTO...PERERECA SENTINELA SEM DORMIR DIAS E NOITES,GUARDIÃ CASULO VENDO O CONTARCER DA LARVA,SEM TER PISCADO OLHO,
ALQUÍMIA ACONTECEU...

NO LAGO PEIXINHOS COLORIDOS GUARDADOS PELO PEIXÃO, PERERECA
SALTITOU AO VER TRANSFORMAÇÃO, ROMPER CASULO LARVA, BORBOLETA ENCANTOU...FEZ-SE PERFUME O RECANTO NA MAGIA QUE CONTO, DESABROCHOU TANTAS FLORES O AR ENEBRIOU-SE, ROSAS,PATYS  ROSI CARMEN VÊNUS ANGELICAS ANGELAS CAMILAS E GAMELLAS  NAJAH  ANAS  MARCIAS  DÉBORAS E KIKAS...

RARAS ESPÉCIES ENCANTADAS NESTE DIA... MAGIA DO CRIADOR,ABSABER LUIZAS,GOBETT TANIAS,TAYANES VERONICAS  IZILDAS MARILÚS E LULIS
LÍRICA RECANTUAL...NÃO PAROU O VENTO E SUA FORÇA MOSTROU -SE MESTRE EM AQUIMIAS,SOPROU AMOR NA FORÇA DO CRIADOR ,FLORES EM VERSOS E PROSAS POEMAS RECITADOS , SARÁU RECANTUOU...
SEMENTES NESTE RECANTO PÁSSAROS SEMEARAM...


HANAN E GULHERME CONTADOR  EDMOT GILMAR GILIO EDU E LINEU DE PAULA PASSAROS TECELÃS,EM FIO DE OURO TECIAM O LINHO AO GORJEAR A  ROUPA PRA FADA USAR... GARIMPEIROS PASSARINHOS NO RIO FORAM BUCAR, PEIXÃO INDICOU CAMINHO ,HUMBERTO ESTAVA LÁ...ENCONTRAR NO RIO DIAMANTE E LAPIDAR E NA BATÉIA CANTAN AÁLÍRICA ,GARIMPAVAM
SEM CANÇAR ...

FRANCISCO COIMBRA ANTONIO VIRGILIO, MARQUESK ROBERTO PASSOS ,O RIO VENTO ADORAR...  LUIZ GUERRA OLIVA  E BORGES AGUARDANDO O LAPIDAR...LONJE  POETISA  DOS VENTOS POS-SE  OBSERVAR, SERES TÃO AMOROSOS Á POVOAR  ESTE RECANTO,O VENTO Á ACOMPANHAVA, MOSTRANDO AMOR E ENCANTO...BRILHANTE FOI ENCONTRADO...

PRONTO A LAPIDAÇÃO, AOS ORIVES ARTESÕES FOI DADA UMA MISSÃO, ERAM  ELES , MARCIAL BHALL E BARACKAT ESCULPIR CETRO E COROA, ENCRUSTANDO O DIAMANTE E AS PEDRAS PRECIOSAS...
HORA DA LOUVAÇÃO,PÁSSAROS GORGEARAM SINFONIA, RECITOU-SE POESIAS, ENCANTANTANDO AS MAIS LINDAS FLORES, QUE ENFEITAM ESTE RECANTO, ONDE COLHO AMORES...

SOU SILFEDES NESTE VENTAR POETO AMOR AMANDO
DISPO-ME DOS LINHOS TECIDO EM OURO, PASSO COROA É O
CETRO, A BELEZA DO RECANTO TRANFORMA-ME, NO QUE QUERO ,QUIMICA MAGICA ALQUIMICA,TUDO QUE PRECISO TENHO ,ESTES SERES AMOROSOS... A MINHA FAMILIA LÍRICA, ADUBAM-ME TODOS OS DIAS, DESPERTO COM ESTE PERFUME E PONHO-ME A DIZER POESIAS.

NO CASULO QUE LARVA FUI POETEI ESSES ENCANTOS
SILFEDES ,IMAGINADA ADORNADA POR SEUS DIAMANTES
DANÇO AO CANTAR DESSES PÁSSAROS, ENFEITO-ME DAS FLORES QUE CONTO,NA LÁPIDE SEREI A ÚNICA, ATER O BEIJO IMPRESSO
MORRER DO PRAZER É BOM, MORREREI CANTADA EM VERSOS...
 


BEIJOS POÉTICOS MORRENDO DO PRAZER...
AQUI JAZ A POETISA DOS VENTOS SOPRANDO,ESTA LÍRICA RECANTUAL VERTENDO AMOR HARMONIA BELEZA E ENCANTAMENTO, QUE COLHO SEMEADO NO VETO, NO SOPRAR POÉTICO DESTE RECANTO...BEIJOS SEUS CORAÇÕES... DETH HAAK
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 08/06/2005
Código do texto: T22944
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65356 leituras)
50 áudios (9717 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:40)
Deth Haak